Contratei uma ferramenta de validação de dados, mas e agora?

Buscando melhorias no seu processo de aquisição e relacionamento com clientes você identificou que haviam problemas em relação à qualidade de dados de contato e resolveu buscar alternativas para melhorar suas informações, o que fazer?

Você pesquisou e descobriu que existem formas de identificar e barrar dados ruins de e-mail e telefone utilizando ferramentas de validação, você escolheu a alternativa que melhor te atende e está preparado para começar a usá-la.

Aí vem o questionamento: Por onde começo?

Pode parecer complicado entender por onde começar, mas vamos separar o direcionamento em três etapas: Problema gerador, origens e base de dados.

Problema gerador

Se você contratou uma plataforma de validação de dados deve ter encontrado uma oportunidade de melhorar um processo ou uma necessidade de melhoria.

Você pode ter tido problemas com baixa entregabilidade das ações de contato com clientes, com o excesso de cadastros falsos nas suas landing pages, com dados desatualizados e etc.

Nossa recomendação é iniciar o processo resolvendo a maior dor, ou seja, o problema gerador.

Se você tem problemas com a qualidade da base de dados do Marketing para enviar suas campanhas de e-mail marketing, inicie higienizando essa lista ao identificar e retirar informações de e-mail e telefone falsas ou desatualizadas.

Desta forma, você não prejudica sua reputação de disparos de e-mails, reduz suas chances de ser pega em “spam traps” e, consequentemente, aumenta seu sucesso de entregas!

Aproveite e leia mais sobre como melhorar sua entregabilidade de e-mails!

Origens

Agora que o principal problema foi resolvido, é hora de impedir a entrada de dados ruins através de barreiras de validação de dados.

Busque mapear todas as origens de dados que você possui, como por exemplo:

  • Cadastros de clientes em loja;
  • Cadastros de clientes no site;
  • Ações promocionais;
  • Landing Pages.

Todas essas origens possuem uma interface com o banco de dados, ou seja, as informações são imputadas através de um formulário, seja ele interno, preenchido por membros da sua equipe, ou externo, preenchido diretamente pelo seu cliente.

Os formulários são fontes de coleta de dados e podem ser atrelados com integrações que enviam a informação para as plataformas validadoras de dados e trazem um rápido retorno para quem está preenchendo as informações, veja as duas etapas de funcionamento:

Validacao em formularios

Fazer com que todas as suas origens de dados se comportem como barreiras contra dados ruins resolverá os problemas de cadastros falsos que sujam sua base de informações e frustram sua equipe comercial com fake leads.

Base de dados

Uma vez que as entradas de dados estão seguras, chegou a hora de tratar os dados que já estão presentes nas suas listas de informações.

Na BringData notamos que a média de dados de baixa qualidade é de 25%, ou seja, a empresa perde a oportunidade de se comunicar com ¼  de toda sua base de clientes.

Nesse cenário, se  você tem 1.000 clientes, em média, 250 deles possuem dados inválidos ou desatualizados e não receberam suas pesquisas, promoções e outras comunicações.

25 % dos dados são inválidos

Virar esse jogo através da atualização e higienização de dados aumentará sua qualidade de dados e as chances de ter sucesso nas suas ações de comunicação com o cliente.

Como automatizar?

A automação de todo esse processo depende de API’s ou de ferramentas conectoras como o Zapier ou o Integromat!

A partir delas você pode criar qualquer fluxo de validação independente da origem ou frequência de revalidação!

Conclusão 

Você já está com os recursos que precisa para melhorar a qualidade de dados, agora é partir para a implementação dos processos de acordo com a prioridade!

Lembre-se de seguir a ordem problema gerador, origens e base de dados durante a automação das validações!

Não deixe para depois e comece a validar seus dados, clique no link a seguir crie uma conta na BringData e receba 100 validações gratuitas: Criar conta gratuita BringData!

Qualquer dúvida, será um prazer ajudar!

Até a próxima! 

Share

Fábio é CEO da BringData, empresa especializada em tratamento de dados de clientes, foi Diretor Comercial da Track.co, é administrador e especialista em gestão da experiência de clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.